Uma tentativa, sabida vã, de dar significação à vida.
Uma certeza de, na junção das letras, conferir à vida o meu significado.

16 de março de 2013

Augúrio

Cannonball n.º 71, de Rebecca Kinkead (s/d)
46 x 60 óleo, cera e pó de mármore sobre tela


"A infância é como a água que desce da bica,
e nunca mais sobe."
(Camilo Castelo Branco)



                                 Do alto do telhado
                                 da casa da infância,
                                 tudo que se vê é certeza.
                                 Até mesmo a felicidade.


(Rio de Janeiro, 16 de março de 2013)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário. Volte sempre!